In Curso de inglês, Diário de um intercâmbio, Dicas de Londres, Imigração/Visto

Intercâmbio: Como tirar um visto de estudante de até 6 meses Londres / Reino Unido | Documentos necessários.

1415779993967696

Se você pretende ficar mais do que 6 meses, vai precisar tirar um visto antes de sair do seu País, e com antecedência, porque é bem burocrático. Mas se você está indo para estudar por até 6 meses, esse post tem tudo que você precisa saber, continua aqui comigo!!

Diferente de outros tipos de vistos, para estudar por até 6 meses você não precisa aplicar antes de sair do seu país. O visto é obtido na hora da imigração. Lembrando que: eu pesquisei MUITO antes de viajar, e tive assessoria de um profissional renomado, então tudo que estou dividindo aqui com vocês, é a minha experiência, baseada em todas as requisições do site do GOV.UK  e em toda assessoria que recebi.

Se você ainda não sabe qual é o visto certo pra você, ou quer ter certeza.. no site gov.uk ( é só clicar que já vai abrir em uma nova aba) tem uma área onde você responde algumas perguntas pra checar se você precisa aplicar para um visto e caso precise, qual é o correto pra você.  Todas essas informações ditas aqui, ou em qualquer outro lugar da internet, podem sofrer alterações ao longo do tempo, então sempre visite esse site pra se certificar.untitled-collage

Quando eu estava começando a me programar em relação aos documentos necessários, perguntei à agência onde fechei o intercâmbio, e eles me disseram que os documentos necessários eram os que estavam no site do gov.uk. Mas eu pesquisava na internet e cada um dizia uma coisa, então confesso que fiquei bem confusa. Eu liguei pro Consulado Britânico no Brasil, porém, para ter acesso a esse tipo de informação era preciso pagar um determinado valor (não me lembro exatamente qual era, mas lembro que saia caro) por minuto de ligação, e esse valor era em Libra.

Eu queria estar bem preparada, então o que eu fiz foi entrar em contato com uma advogada de Londres para ter uma assessoria de imigração, e saber exatamente quais eram realmente os documentos necessários e tudo o que eu precisava fazer. Passei pra ela todas as minhas informações, do tipo: onde e quanto tempo eu iria ficar, o que eu estava indo fazer lá, com quem, etc.. Ela me informou quais eram todos os documento necessários (listei tudo aqui em baixo) para mostrar na imigração, e depois de todos prontos à enviei (ela precisa conferir tudo e ver se são verdadeiros). Com tudo organizado, ela fez uma carta explicando tudo sobre mim ( em inglês é claro), como por exemplo onde eu ia ficar, o que eu estava indo fazer em Londres, o que eu fazia no Brasil e todas as informações necessárias, e ao final da carta o contato dela. Isso com certeza ajudou muito, pois além de eu não ter lá um inglês muiiito bom ( que na hora do nervosismo fica ainda pior, né kkk),  dá uma credibilidade maior, pois uma vez que estou sendo acessorada por uma advogada local, ajuda a provar que estou por dentro das leis e que não tenho a intenção de ficar lá de forma ilegal. Isso pode até facilitar, e tornar o processo mais rápido sem ter que precisar falar muito, mas não, você não precisa fazer isso pra passar na imigração se não quiser! A maioria das pessoas não faz isso e dá tudo certo, como eu falei lá em cima: o importante é se programar e ter todos os documentos, e é claro, estar dizendo a verdade. Eu quis ir me sentindo super segura, pois era a primeira vez que eu ia, e não sabia bem como funcionava as coisas, por isso preferi fazer essa assessoria. Se você quiser saber como foi minha passagem na imigração e tudo que me perguntaram, confere ->aqui<-.


Primeiro, é importante saber o que esse visto te dá direito ou não de fazer no Reino Unido.

Você pode:

  • Fazer um curto curso de estudo no Reino Unido, como um curso de Inglês ou um curso de formação.
  • Fazer um curto período de pesquisa como parte de um curso de graduação, se você está estudando no exterior.

Você não pode:

  • Estudar em uma escola estadual.
  • Trabalhar (incluindo estágios e até mesmo trabalho voluntário).
  • Estender este visto ( se você quiser continuar estudando ou solicitar outro tipo visto, você precisa voltar pro seu país e fazer isso de lá).
  • Trazer os membros da família (‘dependentes’) com você – eles devem aplicar separadamente.
  • Obter fundos públicos.

 

Documentos necessários:

  •  Seu passaporte
  • Carta de confirmação do seu curso

Chamado de Visa Letter, é sua carta de aceitação na escola de Inglês, que TÊM que ser credenciada no Britsh Council.

  • Seguro viagem
  • Passagem de volta

Muito importante!! Sem isso você nem sai do Brasil.

  •  Lugar onde você vai ficar

Se você for ficar na casa de alguém, essa pessoa precisa escrever uma carta que pode ser digitada, confirmando que você ficará com eles e explicando qual a ligação deles com você. E ah, é muito importante ter o contato e o endereço deles  – não preciso falar que é em inglês, né? kkk- , e você imprime e mostra na imigração. No caso de uma reserva de hotel/quarto/apartamento ou afins, é só imprimir a reserva ou o contrato de aluguel.

  • Evidências de que você pode se sustentar durante a sua viagem.

Você precisa provar que você, seus pais/avós/tios, enfim.. que a pessoa que está patrocinando sua viagem tem condições de te manter em Londres, sem que você precise trabalhar . O que eles sugerem para uma pessoa se manter aqui é 900 a 1000 libras por mês, ou seja, 1 mês 1000 libras, 2 meses 2000 e por aí vai..

Se por exemplo os seus pais estão bancando sua viagem e vão te mandar dinheiro por mês, você vai precisar mostrar o extrato bancário deles, dos últimos 6 meses, que é claro, precisa provar os valores à cima.

Se você já tem o dinheiro para se manter lá guardado, que foi o meu caso, o que eu fiz e sugiro é: faça um cartão pré-pago e deposite lá a maior parte do seu dinheiro. Cada pessoa pode entrar no Reino Unido com até 10 mil libras em espécie, mas não se pode sair do Brasil com mais de 10 mil reais em espécie – o que hoje significa por volta de 2.380 libras-, então, dependendo de quanto tempo você for ficar essa é a melhor opção. Pra mostrar na imigração basta imprimir seu extrato.


Esses são os documentos super necessários, mas além desses eu pedi também uma declaração na minha faculdade, alegando que eu não estava devendo nada e que tranquei a mesma para fazer um intercâmbio e fiz uma tradução juramentada desse documento. Então, se você trabalha ou faz faculdade, pedir uma declaração desse tipo ajuda a provar seus vínculos com o seu país, o que dá à eles uma segurança de que você tem de fato a intenção de voltar pra lá. Mas, se você não está trabalhando, nem estudando, não tem problema.. você só precisa explicar direitinho qual é a sua situação atual e sua intenção de estar indo pra lá.

Conseguir o visto não é nada impossível e nem é um bicho de 7 cabeças. Mantenha a calma! Você só precisa se programar. Separe com calma todos os documentos necessários e depois de tudo pronto, confira um por um, veja se não tem nenhum erro e se certifique de que já tem o máximo de documentos possíveis para levar. O importante é mostrar que você tem como se sustentar, sem precisar trabalhar ou pedir nenhuma espécie de ajuda ao governo. E também, que possui vínculos com o Brasil, provando que tem a intenção de voltar quando acabar seu curso, sem ficar lá ilegalmente.

 

Como eu falei, isso tudo pode mudar à qualquer momento, portanto, sempre verifique no site da Uk.

Se você tiver alguma duvida pode deixar aqui nos comentários, ou entre em contato comigo por qualquer rede social. Vai ser um prazer poder ajudar!

 

Confira também:

Passando pela imigração de Londres -> Como foi!!

#Diáriodeumintercâmbio -> Posts sobre meu intercâmbio.

Dicas de Londres -> Posts sobre Londres.

 

Beijos, Laari.

 

 

 

Share Tweet Pin It +1
Previous PostMeu primeiro dia de aula - Intercâmbio em Londres.
Next PostIntercâmbio: Passando pela Imigração de Londres + Uber no aeroporto | Welcome to London !!

No Comments

Leave a Reply